29.11.09

haishá - "a mulher."

haishá, deixa de ser ezer kenegdó*
leia a pedagogia do Marquês, queime-se no fogo
depois cuspa nesse fogo e apague sua fé

ah haishá, preocupa-me tanto sua servidão voluntária
e você não se importa com minhas queixas existenciais
fica nessa conversinhaclichê de mãe religiosa

que eu faço? vou a Paris em breve
não quero saber de você
queria te esquecer, mas haishás pelo mundo não permitirão

que triste viver para o marido e os filhos, haishá
triste não saber o que você poderia ser
se tudo que é

é um não ser

triste é você querer me modelar para ser haishá
mas a filosofia libertina
revelou-me
_____________

*“E disse o Eterno; far-lhe-ei uma contra-ajudante (EZER KENEGDÓ)" - Gênesis
pois “viu Deus que não era bom para o homem estar só”.

3 comentários:

  1. um tapa na cara bem dado!

    gosto muito de como escreve. Me identifico.

    ResponderExcluir
  2. Acabei de ver o comentário que deixou agora no blog que eu tenho com a Clara Arôxa. Obrigada! :]

    ResponderExcluir
  3. e add aos meus favoritos. Depois vou visitar seus outros blogues.
    gostei muito.
    beijinho

    ResponderExcluir

Seguidores

visitas não brocham

Arquivo do blog

DEDOS NÃO BROCHAM

A. SAFRA

Minha foto
São Paulo, SP, Brazil
Tá dito no não dito. Contatos: e-mail: dedosnaobrocham @gmail.com twitter: @dedosnaobrocham facebook: Ale Safra

whos.amung.us