29.1.10

Ouro de tolo é tijolo


Sou muito curiosa (por tanta curiosidade Santo Agostinho diria que estou em pecado) mas quero mesmo pecar! que a curiosidade me leve para fora da caverna, onde tudo parece ser mais claro.

Hoje resolvi acompanhar um grupo de pessoas na saída do trabalho. Não os conhecia, mas me apresentei e fiquei na companhia deles que discutiam formas de comprar a casa própria. Ouvi por uma hora e meia aqueles trabalhadores esperançosos, crentes que Deus e o trabalho proporcionará tudo que sonham. Depois, mais meia hora sozinha no metrô repensando aquelas vozes cheias de expectativas e lamentei nossas misérias.
Somos enganados pela máfia: governo, banco, empresas imobiliárias, construtoras e mídia que corrobora e finaliza essa ideologia com as bênçãos das religiões: e eis implantado em nós o discurso da casa própria! percebem o que isso tudo esconde?
Claro que todos precisam de um refúgio do tempo e do mundo.


Mas a questão é como se aproveitam disso.

Será que esse esquema é mais uma forma de iludir o trabalhador? Ou seja, reforçam essa necessidade, alimentam esse sonho como fundamental e dificultam-no ao máximo para ocupar a vida desse infeliz e prendê-lo no esquema do trabalho (trinta anos pra pagar a casa); consequentemente não podem perder o trabalho. Isso significa se sujeita à, entre outras coisas.

Sem tempo (assim como eu também não tenho tempo para melhorar esse entre outros textos) e disposição esse cidadão cansado e precisando economizar (as parcelas são altas) não procura instrução (aliás quando estuda é apenas para ter/ser mão de obra especializada para o trabalho), portanto - e não tão simplista assim, óbvio -, essa massa não sublevará. No final da feira, tudo é a arte de ocupar, silenciar e lucrar. Casa própria existe? Carro próprio existe? Deixa de pagar os impostos ou as parcelas pra você ver de quem é.

________________
Ouro de Tolo
Raul Seixas
Composição: Raul Seixas

...
Ah!Eu que não me sento
No trono de um apartamento
Com a boca escancarada
Cheia de dentes
Esperando a morte chegar...
Porque longe das cercas
Embandeiradas
Que separam quintais
No cume calmo
Do meu olho que vê
Assenta a sombra sonora
De um disco voador...

Um comentário:

  1. "ouro de tolo é tijolo!" UAU, vc superou o mestre. fodástico esse título, sem falar da idéia, do contexto.
    esse blog é foda! menina, tu é show, daí
    Laerte

    ResponderExcluir

Seguidores

visitas não brocham

Arquivo do blog

DEDOS NÃO BROCHAM

A. SAFRA

Minha foto
São Paulo, SP, Brazil
Tá dito no não dito. Contatos: e-mail: dedosnaobrocham @gmail.com twitter: @dedosnaobrocham facebook: Ale Safra

whos.amung.us