14.5.11

sem título



...
quis deslembrar, não pude
boca minha vontade outra 
des-
conhece
morrer de 
...


Disponível no livro DEDOS NÃO BROCHAM, ED DRACO


Também nas livrarias aí do link.


LIVRARIA MARTINS FONTES

LIVRARIA CULTURA


4 comentários:

  1. De fato, corpo não mente, mas constrói fortalezas que guardam todo um segredo, trancafiado na cela de um qualquer, cercado por arames por todos os lados, rodeado por uma multidão que sequer sabe de sua existência.

    ResponderExcluir
  2. Vim conferir e realmente o Eduardo estava certo na diga do Twitter. Parabéns!

    ResponderExcluir
  3. "se meu fosse
    convite seu,
    ai, se fosse..."

    Ai, que inveja boa! Que orgulho!!

    ResponderExcluir
  4. círculos



    a
    cor
    dei

    às estrelas na paisagem
    do rio

    que está na memória
    espessa
    a vida que se vive
    diaria
    mente
    como um cio

    a fluir rente
    e ir até a aflorar
    ao ex
    tremo

    sobre o mármore
    mais tenro


    e é difícil saber
    entre as árvores
    da lama exposta


    quem será que amei ?

    - (d)os sonhos (in)versos ?
    - (d)as so(m)bras (in)vernais ?

    este rio se esvai
    triste em sangria
    sono
    lento


    e(x)trai
    como melancolia
    só lamento


    do ventre
    (d)a pedra contígua
    (d)o corte onde o rio
    se espalha ao mar

    - espelho de si mesmo

    a
    dor
    meço

    ResponderExcluir

Seguidores

visitas não brocham

Arquivo do blog

DEDOS NÃO BROCHAM

A. SAFRA

Minha foto
São Paulo, SP, Brazil
Tá dito no não dito. Contatos: e-mail: dedosnaobrocham @gmail.com twitter: @dedosnaobrocham facebook: Ale Safra

whos.amung.us