24.4.14

procura-se um namorado

um namorado. sinto falta. precisa ser dulcíssimo. fofo, saca?!
honrado, bom moço, gentil. trabalhador. ai, adoro quando dizem: "sou trabalhador, homem de bem". e dito com demasiado orgulho me arrepia mais. um namorado acolhedor. com olhos de boi mansinho.
precisa ser para namoro sério.compromisso mesmo. uso aliança se quiser. aceito jantares, cinema, viagens e dormir de conchinha. também ser apresentada para a família (as mães e familiares costumam se encantar por mim). participo de festas de final de ano, festas de casamento, aniversário e almoços de domingo. concordo com apelidinhos do tipo "amor", "vida', "bebê" e varições de um casal apaixonado. ofereço atenção, carinho, diálogo razoável, presentinhos mimosos, promessas de sonhos para um futuro feliz e sexo. muito sexo. sexo bom. sexo completinho. sexo durante a semana. sexo antes do trabalho e sexo antes de dormir. sexo aos final de semana. sexo dentro e fora de casa. realizo quase todas as fantasias sexuais e analiso proposta para casamento em igreja. com festa, bolo e padrinhos. sou apresentável, mas cozinho mal. também não sou fã de serviços domésticos. sendo assim, será um diferencial o homem que lavar, passar e cozinhar. proponentes deverão enviar intenção via e-mail tequeronamorada@beijo.com








de todas as minhas taras, considero essa uma das mais cruéis. sei e nada posso fazer, é um desejo sem arrependimentos. uma vontade tão quente quanto vênus. um desejo estranho feito gente que lambe pregos. sentir falta de um namorado, de me apaixonar por ele e ele por mim, apenas pelo fogo encalacrado em voltar para ele depois do encontro com outros e outras. de fazer ele me beijar onde outros e outras estiveram. sinto falta de trair a doçura. de pisar na meiguice. de ofender de morte a fidelidade. sinto falta dessa perversidade com o bom homem que me olha apaixonado. uma falta danada das mentiras divertidas sobre a ausência, as marcas, os cheiros. sinto falta de sujar a tolice do relacionamento romântico. uma tara danada de ficar de mãos dadas no sofá da casa da sogra de domingo, cruzar as pernas e pressionar buscando o prazer enquanto todos olham uma mulher bem comportada, adequada e inserida. e eu relembrando o inominável.  

5 comentários:

  1. Sou namorado bom, gentil e trabalhador, talvez meus olhos azuis deixem algo a desejar.

    Sou sempre sério e meus compromissos são prá sempre, com poucos, mas prá sempre.

    Aliança, precisaremos apenas uma, já tenho a minha, mas, pode não ser grande idéia apresenta-la à família - como não notei em suas palavras nada que indicasse uma condição sine qua non, acho que tudo bem até aqui.

    À seus ouvidos, os apelidinhos lhe parecerão ternos.
    À sua nuca, os monólogos lhe lembrarão promessas de sonhos para um presente feliz e sob a barba mal feita esquecerá de qualquer futuro, juro.

    Te lavo e te passo, mas não te cozinho. Te quero crua.

    ResponderExcluir
  2. Prazer aos candidatos, eu sou o outro do anuncio

    ResponderExcluir
  3. O seu prazer está no sadismo, em pisar no bom homem, em fazê-lo de bobo. E se esse mesmo homem bom, na hora que te tens na cama, te consuma com tanto ardor, que te faz pensar nele enquanto consome os outros e outras que te tratam só pelo sexo? já pensou que problemão? pensar no calor do bom homem enquanto troca calor com os outros? Chocante seria.

    ResponderExcluir
  4. Adorei, mas recomendo cuidado com esses de olhos de boi mansinho. Como já dizia vovó, boi sonso é que arrebenta a cerca, baby!

    ResponderExcluir

Seguidores

visitas não brocham

Arquivo do blog

DEDOS NÃO BROCHAM

A. SAFRA

Minha foto
São Paulo, SP, Brazil
Tá dito no não dito. Contatos: e-mail: dedosnaobrocham @gmail.com twitter: @dedosnaobrocham facebook: Ale Safra

whos.amung.us