16.9.15

voar parede

Dariusz Klimczak


passarinha cabelos papel
quero renascer do meu ventre
sua alegria nunca vestida de azul

teus ossinhos de grisalho fio
abraçam num esforço já humano
o passo. a caneca. a colher. a filha

bala-me seus olhos verdes
queda-me seu passo tonto
cai em mim aquele tempo

minha fé com osteoporose
não concebe o abismo
da partida do seu cheiro

asa-me, pardal
com seu voal entardecido
em penas graves

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores

visitas não brocham

Arquivo do blog

DEDOS NÃO BROCHAM

A. SAFRA

Minha foto
São Paulo, SP, Brazil
Tá dito no não dito. Contatos: e-mail: dedosnaobrocham @gmail.com twitter: @dedosnaobrocham facebook: Ale Safra

whos.amung.us